Sistema de Para-raios – projeto, adequação e instalação

O sistema é destinado a proteger as edificações e estruturas do edifício contra incidência e impacto direto de raios na região. A proteção se aplica também contra incidência direta dos raios sobre os equipamentos e pessoas que estejam no interior dessas edificações e estruturas, bem como no interior da proteção imposta pelo PARA-RAIOS instalado.

O sistema de para-raios não impede a ocorrência das descargas atmosféricas e não pode assegurar a proteção absoluta de uma estrutura, de pessoas e bens; entretanto, link reduz significativamente os riscos de danos ocasionados pelas descargas atmosféricas.

 

Quando uma descarga elétrica atinge o topo de um edifício, é possível que o condomínio tenha sua estrutura física e instalações elétricas prejudicadas, além dos possíveis riscos causados aos condôminos que porventura circularem no prédio, no momento da queda.

O sistema de para-raios é obrigatório nos condomínios e garante a proteção das estruturas e das famílias, de acordo com as exigências da norma técnica brasileira, a ABNT NBR 5419, que normatiza os padrões das estruturas contra as descargas e também da Norma Regulamentadora do Ministério do Trabalho e Emprego, a NR 10, que dita as questões de segurança em instalações e serviços de eletricidade, atestando a saúde e a segurança de moradores e colaboradores.

 

Instalação de para-raios

A instalação de para-raios visa à segurança de edificações residenciais, comerciais, industriais e agrícolas. Para tanto, no Brasil, existe uma norma que define o dimensionamento e as regras para a instalação de para-raios, a NBR 5419. Em regiões em que há muitas chuvas, altos índices de raios e grande fluxo de pessoas, o uso de proteções contra as descargas elétricas é especialmente necessário.

De acordo com a NBR 5419, os para-raios devem atender a rigorosas especificações de corrente elétrica de descarga máxima suportada, corrente elétrica eficaz, tempo de descarga, tensão nominal, tensão máxima suportada, estabilidade térmica, entre outros. Os para-raios podem ser classificados com base em três parâmetros: corrente de descarga nominal, classe de serviço e características de proteção.

DETECH – Soluções de combate a incêndio © – 2020 – CNPJ 35.068.882/0001-01